Noticias

12/03/2018 - Instituto Agropolos e Embrapa implantam campo experimental de cana-de-açúcar

No último dia 07 de março, deu-se início a implantação de um experimento que avaliará, em sistema agroecológico, a produtividade de cana-de-açúcar consorciada com o amendoim (BR1) e com o feijão Vigna, capazes de fixar nitrogênio, através de adubação verde, melhorar a composição do solo e aumentar a produtividade da cana-de-açúcar. Esta é uma das ações inclusas no Acordo de Cooperação Técnica firmado entre o Instituto Agropolos do Ceará e a Embrapa, que prevê testes de produtividade com a condução de cana-de-açúcar no sistema tradicional.

Este trabalho é ação de uma parceria inédita firmada entre o Instituto Agropolos do Ceará, por meio da Fábrica Escola de Processamento de Cana de Açúcar do Cariri e a Embrapa Algodão no campo experimental de Barbalha. Serão avaliadas, estatisticamente, diversas composições de plantio com cana-de-açúcar solteira, cana com adubação orgânica, cana com amendoim em adubação verde e de cobertura e cana-de-açúcar com feijão em adubação verde.

As ações no campo experimental são tocadas pelos técnicos Tarcísio Gondim e Ramon Vasconcelos, da Embrapa Algodão, Alexandre Cortez do Instituto Agropolos do Ceará e José Everson, consultor.

 

O pesquisador da Embrapa-Barbalha, Ramon Vasconcelos, espera que deste trabalho saiam resultados favoráveis para o agricultor, principalmente do Cariri cearense, considerando que estas culturas são historicamente tradicionais na região.

Alexandre Cortez considera que o resgate e produção da cana-de-açúcar na região do Cariri precisam estar sintonizados com a preservação da biodiversidade,  "os resultados do campo experimental irão fornecer subsídios técnicos que apontarão caminhos para os sistemas convencionais de produção", afirma.

ASCOM Instituto Agropolos do Ceará

Comentar