Noticias

08/05/2019 - Feira da Agricultura Familiar Agroecológica estimula produtores rurais

Ir além da agricultura de subsistência. É com essa finalidade que o Governo do Estado do Ceará trabalha para que os produtores rurais ganhem espaço e reconhecimento no meio urbano. Para isso, por meio da Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA), são elaboradas políticas públicas e projetos, como o Projeto Paulo Freire (PPF), que oferecem assistência técnica e possibilidades de comercialização dos alimentos inseridos em equipamentos públicos ou disponíveis para a população em feiras. E o Instituto Agropolos do Ceará (IACe) também faz parte dessa iniciativa.

É o que está aconteceu hoje (08/05), no estacionamento da SDA. Desde a madrugada, agricultores das regiões de Sobral I e II e dos Inhamuns, assistidos pelo PPF, se prepararam para vir comercializar as produções na Feira da Agricultura Familiar Agroecológica. Entre os itens que foram expostos 10h, foi possível encontrar galinha caipira, ovos, queijo, mel, doce de leite, pamonha, nata, artesanato e frutas. Tudo a disposição do público até às 14h.

“Precisamos expor o nosso produto. Quando eu faço isso, consigo vender bem. Aqui em Fortaleza, estou vindo pela primeira vez. Por onde eu moro, sempre participo de feiras e, graças ao projeto Paulo Freire, recebo as informações que preciso para produzir melhor”, destacou Dalva Alves, que trouxe ata e castanha, tem 30 anos e é agricultora em Quandú, Reriutaba.

Depois de se aposentar como professora, dona Chiquita, como é conhecida, resolveu se dedicar ao amor pelo artesanato. “Há dois anos, trabalho com essa atividade. As colheres que você está vendo aqui, meu pai de 92 anos faz. Os acessórios em crochê são feitos na minha comunidade. Sempre participo de feiras na região. Em Fortaleza, é a primeira vez. Pretendo vir mais”.  Afirmou Francisca Gomes, de Aracatiaçu em Sobral.

Entretanto, saborear iguarias dessas regiões não é o único privilégio para os visitantes. A feira, que traz o gostinho do campo, oferece alimentos livres de agrotóxicos e carregados da expectativa de fortalecimento para os agricultores.

“O interesse de todos nós, que fazemos o Agropolos, é de contribuir para que vocês, agricultores familiares sejam fortalecidos. Por isso, reforço o nosso compromisso e destaco que sempre vamos apoiar eventos como esse”, ponderou a diretora administrativo financeira do IACe, Delanny Pinheiro.  

Também estiveram presentes o chefe de gabinete da SDA, Jeronimo Nascimento; a coordenadora do PPF, Íris Tavares; a coordenadora Centro de estudos do trabalho e assessoria ao trabalhador (Cetra), Cristina Nascimento; o coordenador do Instituto Antônio Conselheiro (IAC) Ricardo Vasconcelos; a representante Cáritas Diocesana de Crateús, Mirna Sousa Sales, entre outras entidades interessados em promover a agricultura familiar.

ASCOM Instituto Agrpolos do Ceará.  

Comentar