Noticias

28/05/2021 - Isolamento aumenta procura por cultivo de plantas em casa

O hábito de ter e cultivar plantas em casa têm ganhado cada vez mais adeptos. Além de embelezar, a atividade tem sido terapêutica para muitos. No Instituto Agropolos do Ceará (IACe), não seria diferente. Alguns colaboradores do órgão que administra a Escola de Floricultura do Ceará (Tecflores) são apaixonados por plantas. É o que conta Elisângela Nobre do setor de protocolo do IACe.

“Ganhei minha plantinha há cinco meses. Ela é uma Aranto. E descobri que além de linda, ela pode ser utilizada no tratamento de inflamações e infecções, de febre, tosse e na cicatrização de ferimentos.

São tantos benefícios, que eu fiquei apaixonada”, explica. Além da Elisângela, a contadora Salene Maia, que trabalha na Controladoria, também adquiriu uma plantinha na pandemia. “Tudo começou há uns 8 meses quando eu comprei a minha casa e resolvi trazer uma Palmeira lá de Aracati. As plantas alegram e iluminam o ambiente. Por isso, pretendo, em breve, cultivar mais espécies”.

56 mil apaixonados

E a paixão pelas plantas também pode ser compartilhada. Nos últimos anos, a médica Stela Sales passou a trabalhar menos e, a partir daí, foi aumentando a aquisição, que hoje soma 125 plantinhas. Frequentadora assídua do Mercado das Flores, Stela participava de diferentes oficinas para aprender os cuidados ideais com as espécies.

Incentivada pela filha, ela decidiu criar um perfil no Instagram (@varandaverdejar), que, em pouco mais de um ano, reúne 56.200 seguidores, para compartilhar conhecimentos e trocar experiências.

“Eu fiz o perfil sem esperar retorno algum. Postando diariamente, compartilhando dicas de cuidado e trazendo curiosidades sobre várias espécies de plantas que podem ser cultivadas em apartamento e em diferentes ambientes. Acredito que, em razão da pandemia, as pessoas passaram a cultivar mais. A prática pode ter se tornado o remédio para a situação difícil que estamos enfrentando, o que contribuiu com o crescimento do perfil”, finaliza Stela.

ESPECIAL

O técnico agrícola Everson Lima morreu no último domingo, 18, em Barbalha, vítima da covid-19. Além de especialista na produção de cana-de-açúcar, Everson ministrava os cursos da Fábrica Escola de Processamento de Cana-de-açúcar.

Essa não foi a primeira perda da família Agropolos neste mês. No dia 03 de abril, o Secretário Executivo do Desenvolvimento Agrário do Ceará, Wilson Brandão, infelizmente foi vencido pelas complicações da Covid-19, deixando um legado de sabedoria e excelência na administração pública.

Comentar