Noticias

01/06/2021 - Agropolos de Ponta a Ponta

Chegou a hora de falarmos sobre um segmento da contabilidade que é responsável pelo controle orçamentário e administrativo do Instituto Agropolos do Ceará: a controladoria.

De acordo com a controladora, ou controller, Niedja Freires, à primeira vista, quando uma controladoria é criada e implantada em uma organização, nem todo mundo gosta. “A percepção de muitos é de que chegou o setor que se intromete em todas as atividades e assuntos”.

Mas a verdade é que o setor precisa mesmo estar integrado com todas as áreas. “Isso é fundamental para que possamos identificar falhas e corrigir erros preventivamente, visando segurança e maximização dos resultados”.

Mas, na prática, o que faz e qual a sua importância da controladoria para a instituição?

O papel da controladoria é gerenciar, do ponto de vista contábil e administrativo, por meio da realização de atividades de monitoramento e controle interno, zelando sempre pela continuidade da instituição, através do acompanhamento operacional, patrimonial e financeiro. Assim, a controladoria pode ajudar a melhorar os níveis de eficiência e transparência da gestão.

“Além disso, a controladoria é uma ferramenta importante que possibilita o aperfeiçoamento e a agilidade da ação dos gestores, por meio de informações vitais para o Instituto”, reforça Niedja, que coordena o setor, que só passou a existir na estrutura organizacional do instituto no ano de 2018.

De lá para cá, muita gente passou pelo setor, que hoje também conta com a contadora e especialista em licitações e contratações públicas, Salene Maia. É ela que realiza o controle orçamentário dos diversos contratos de gestão celebrados pelo Estado, analisa os processos de despesa, elabora formulários, executa a juntada documental e realiza o levantamento de dados para subsidiar respostas sobre a prestação de contas dos Contratos de Gestão.

Já Niedja Freires, que comanda o setor, é responsável por estabelecer controles e fluxos para a realização das atividades operacionais. É ela também que elabora e atualiza as Instruções de Trabalho e Manuais, orienta e monitora o cumprimento dos normativos internos e de outras legislações, realiza treinamentos e capacitações sobre Controle Interno e consolida informações relevantes para auxiliar a tomada de decisão da Diretoria Executiva.

Tudo isso além de colaborar na construção e monitoramento do Planejamento Estratégico e definir regras de negócio para subsidiar o desenvolvimento do novo Sistema Integrado de Gestão (SIG). 

Comentar